domingo, 24 de julho de 2016

Palco Cultura Popular no Colunata tem se destacando no FIG 2016













Com dois dias de apresentações o Palco Cultura Popular tem se destacado com publico animado.
O local é bem central e as atrações são ótimas.
O horário do palco é perfeito pois permiti a quem esta trabalhando assistir as mais diversas atrações.


Fotos Mauricio Santos e Nadja Silva no FIG 2016




Grande espaço das artes visuais no Festival de Inverno de Garanhuns, A casa Galeria Galpão

        Exposição de Daniel Santiago sugere um passeio por diferentes fases de produção do artista


De acordo com Márcio Almeida, coordenador de Artes Visuais da Secult-PE, a programação foi norteada pela transversalidade e horizontalidade das linguagens, algo que se reflete principalmente nos trabalhos expostos na Casa Galeria Galpão, um dos 22 polos do Festival de Inverno de Garanhuns, que vai funcionar do domingo (24) até o domingo (30). “A proposta é oferecer um recorte das diferentes possibilidades que as artes visuais vêm apresentando dentro do cenário complexo da arte contemporânea”, explica o gestor. Por isso, a programação da Casa contempla desde os desenhos, presentes em exposições como Cavani Rosas vai ao cinema e Chacrona, esta última da artista Priscila Lins – passando pela técnica de videomapping, adotada pelo VJ Gabriel Furtado na intervenção Epitáfio Epifania, conectando, ainda, as artes visuais com a literatura na instalação Eu Passarilho. Também ganha visibilidade a linguagem da HQ a partir das charges do ilustrador e jornalista Humberto Teixeira. A Casa Galeria Galpão também será palco da aproximação com outras linguagens através das performances Matéria do Infinito, de Leo Silva, na quinta-feira (28), e Retratos Escorregadios – Apropriações Poéticas dos Erros, de José Juva com Camilo José, Jonatas Onofre e Ítalo Dantas. Nesta última, os artistas irão mesclar artes visuais com fotografia e literatura a partir de imagens de transeuntes que serão feitas durante o evento. A partir das fotografias, serão realizadas intervenções e poemas que o público poderá conferir na performance que será apresentada no domingo (30).


A importância da mulher no resgate da essência é o que revela a exposição Chacrona, da ilustradora e artista plástica Priscila Lins. Por meio de desenhos, pinturas, colagens e recortes em madeira, Priscila personifica o sagrado feminino que vivenciou em encontros xamânicos, de onde tirou o nome da mostra, uma referência à folha usada para preparar o chá da ayahuasca. “Estamos passando por um momento de muita instabilidade emocional, tanto no mundo como no ser mulher. O intuito da mensagem da exposição é trazer essa essência feminina mais selvagem. Por isso eu falo sobre parto, sangue, menstruação, rituais, ancestralidade. É o resgate da mulher chacrona, essa mulher que é forte e sensível ao mesmo tempo, que traz a energia de empoderamento feminino, da busca pela essência”, reflete a artista.

Outro destaque é a exposição inédita Cavani Rosas vai ao cinema, na qual serão apresentados 15 quadros contendo desenhos, cenários e storyboards de trabalhos que Cavani Rosas fez para curta-metragens de animação do cinema pernambucano. Entre os filmes estão Sob a Pele, de Pedro Sotero, Deixem Diana em Paz, de Júlio Cavani e O Ex-Mágico, de Olímpio Costa. Tratam-se de trabalhos feitos exclusivamente com Bico de Pena, um ícone da trajetória de Cavani e síntese de sua poética enquanto desenhista, que se tornou uma referência para as artes plásticas desenvolvidas no Nordeste.


Mais conhecida pela projeção de imagens em faixadas de edificações, a técnica de videomapping chega ao FIG por meio do trabalho do VJ Gabriel Furtado, que nos dias 28, 29 e 30 fará uma intervenção urbana em frente à Casa Galeria Galpão. Batizado de Epitáfio Epifania, o trabalho consiste na adequação de recortes projetados em copas de árvores. Gabriel escolheu como conteúdo das projeções trechos e passagens que se referem à poluição ambiental, além de elementos que remetem a um modo de vida não sustentável. A ideia é não exceder as árvores, propondo, assim uma reflexão sobre o que natureza pode representar para o ser humano. “A humanidade ainda vive esse embate em relação à natureza, que é a dualidade presente no título do trabalho. Tanto poder ser algo que remete à extinção, a um processo exploratório, que é o epitáfio, como também um momento de epifania, a compreensão de sua essência”. Segundo ele, o Festival de Inverno de Garanhuns agrega valor à sua intervenção. “Uma coisa interessante do FIG é que ele aglomera pessoas interessadas em arte e cultura, o que acaba sendo um bom momento para executar esse trabalho. É um ambiente que cria um impacto nas pessoas”, avalia Gabriel. A Casa também vai acolher a instalação Eu Passarilho, que mescla literatura e linguagem plástica ao reunir 30 aforismos da obra do poeta Helder Herik, ilustrados por Joyce Torquato. Joyce enfatiza, no trabalho, a leitura de aforismos como uma forma de construir narrativas não apenas fictícias, mas que também retratam o falar de todos aqueles que ao longo da história lutaram por mudanças e foram considerados loucos, torturados, mas não morreram e ainda permanecem vivos na memória coletiva.

           A garanhuense Joyce Torquato ilustrou poemas curtos do escritor Helder Herik

O design gráfico estará presente através da mostra De lá pra cá – A História com Humor, exposição de charges e caricaturas retiradas do álbum comemorativo dos 40 anos de Humberto Araújo. Ilustrador e jornalista, Humberto encontrou o ambiente ideal para seu trabalho nas redações do Diário de Pernambuco, Jornal do Commercio e, recentemente, na Revista Algo Mais. Para a mostra, ele reuniu, em 10 painéis, amostragens de charges e caricaturas de seu livro, inspiradas nos principais acontecimentos dos últimos 13 anos, incluindo a a política, futebol e assuntos gerais. “É um trabalho significativamente de humor gráfico, no qual eu faço, através da crítica, esse registro histórico. É muito mais um livro de história, só que mostrado com charges e ilustrações”, explica o ilustrador sobre o álbum lançado pela Editora Bagaço em 2015. Durante a exposição, a publicação estará sendo relançada e vendida para o público visitante.



Por: Marina Suassuna

Durante o Festival de Inverno de Garanhuns, o público poderá conferir exposições de artistas visuais pernambucanos que vêm desenvolvendo trabalhos nas mais variadas técnicas e linguagens. Um dos destaques da programação é a mostra Imaginação à deriva, de Daniel Santiago, que ocupa a Galeria de Artes Ronaldo White, do SESC, a partir da quinta-feira (21) até o domingo (30). Trata-se de uma grande mostra panorâmica, dividida entre as obras individuais do artista e os trabalhos coletivos realizados em parceira com a Equipe Bruscky & Santiago, com o artista plástico Jonathas de Andrade, o escritor Alberto Cunha de Melo, a Equipe SA, entre outros. De cunho experimental, o conteúdo expositivo abrange as interfaces linguísticas desenvolvidas por Daniel Santiago desde os anos 1970 até 2014. Poderão ser vistos tanto desenhos como sua arte mais conceitual, além de poemas classificados, performance e outras interações.


Confira a programação completa de Artes Visuais durante o 26° Festival de Inverno de Garanhuns.
Serviço:
Casa Galeria Galpão
De 24 a 30 de julho | 16h às 22h
Endereço: Av. Dantas Barreto, 34
EXPOSIÇÕES
Cavani Rosas vai ao Cinema
Cavani Rosas
Desenhos, cenários e storyboards
Chacrona
Priscila Lins
Pintura e desenhos da artista sobre comportamento e luta das mulheres
De Lá pra Cá – A História com Humor
Humberto Araújo
Charges
Eu Passarilho
Joyce Torquato (Garanhuns)
Instalação baseada em aforismos do poeta Helder Herik
INTERVENÇÃO URBANA
Epitáfio Epifania
VJ Gabriel Furtado
De 28 a 30/7 | 19h às 22h Video mapping na árvore em frente à Casa Galeria Galpão
PERFORMANCES
Matéria do Infinito
Leo Silva (Garanhuns)
Quinta-feira, 28/7 | 17h
Retratos Escorregadios – Apropriações Poéticas dos Erros
josé juva, Camillo José, Jonatas Onofre e Ítalo Dantas
Sábado, 30/7 | 17h
SESC - Galeria de Artes Ronaldo White 
De 21 de julho a 30 de setembro / 9h às 21h
Endereço: Rua Manoel Clemente, 136 – Santo Antônio
Exposição: Imaginação à deriva
Daniel Santiago

Abertura da Casa Galeria Galpão
A Casa Galeria Galpão, grande espaço das artes visuais no Festival de Inverno de Garanhuns, abre suas portas neste domingo (24), a partir das 17h. Com 15 exposições fixas, o espaço reunirá ao longo dos próximos dias uma série de atividades. Saiba mais: goo.gl/MnIier 




Festival de Inverno 2016 Garanhuns-PE "Marcha de Todas as Flores "












"Marcha de Todas as Flores "

Dentro da programação do 26º Festival de Inverno de Garanhuns, a ‘I Marcha de Todas as Flores: das lutas às conquistas’ reuniu centenas de pessoas. A iniciativa visa promover reflexão sobre os direitos do gênero e ressaltar as conquistas das mulheres. O momento teve sua concentração em frente ao Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, de onde os participantes saíram pelas ruas do Centro – a marcha seguiu até o Palco da Cultura Popular, localizad...o no Espaço Colunata.


O bloco Flor do Eucalipto, fundado há 16 anos, foi o responsável pela animação do momento, conduzindo os participantes com marchinhas e hinos populares. “Eu acho esse momento muito válido. A mulher tem que reivindicar seus direitos de todas as formas possíveis”, disse Maria Bernadete, de 78 anos, que faz parte do bloco desde a sua fundação.


Maria das Graças, de 52 anos, veio do Recife para aproveitar a programação do FIG e fez questão de participar da marcha. “Está tudo muito lindo, a mulher é uma trabalhadora e merece ter todos os seus direitos assistidos. O trabalho que a secretaria da mulher é maravilhoso”, comentou.


Informação; SECOM
Fotos Lucimar Maria


sábado, 9 de julho de 2016

Garanhuns ; Fim de Semana é com Feira no Parque Euclides Dourado



                                                             Fotos Blog Claudia Livre


Sexta edição da Feira do Parque é realizada em Garanhuns

Parque Euclides Dourado recebe atividades neste sábado (09) e domingo (10)



O segundo fim de semana do mês de julho será marcado por mais uma edição da Feira do Parque. O projeto é uma iniciativa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, em parceria com a Secretaria de Cultura e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Garanhuns, com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A sexta edição da feira acontece neste sábado (09) das 14h às 19h, e no domingo (10) das 09h às 19h.

Além das apresentações culturais que marcam a feira, também acontece a tradicional comercialização de produtos dos feirantes e microempreendedores, que também são beneficiados com as vendas – a última edição do evento movimentou mais de 20 mil reais em três dias de realização.


Informação: SECOM-PMG

sábado, 2 de julho de 2016

Dom Irineu era servo do Senhor. Sábio, Humilde e Carismático. O Dom Irineu que poucos Conhecia












 Creditos das fotos da Garanhuense Keilla Salvador que acompanhou Dom Ireneu a Joniville em sua rede socil fez sua ultima homenagem ;
"Um amigo, Padrinho, Pai Espiritual, sentiremos muita saudade... um lado do Dom que poucos conheciam"

"Foram 17 anos de convivência, cresci ao seu lado, o senhor me crismou, me casou, batizou o meu filhinho a quem tanto o senhor amava.
Todas as segundas feiras o senhor vinha nos visitar e eu fazia sopa pra o senhor.
Jesus conforta meu coraçãozinho pq ta doendo muito"




 Religioso respondia por 18 municípios, com cerca de 1 milhão de fiéis. Ele atuava há oito anos em Joinville, este ano completaria 39 como padre.

O bispo da Diocese de Joinville, no Norte de Santa Catarina, foi encontrado morto em casa por volta das 11h deste sábado (2).  A suspeita inicial, segundo a assessoria da Mitra Diocesana, é de que ele tenha sofrido um infarto.

Dom Irineu Scherer, de 65 anos,  tinha o hábito de acordar muito cedo para trabalhar. Os demais religiosos da casa onde morava, ao lado do Seminário Divino Espírito Santo, estranharam que a manhã avançasse sem que ele saísse do quarto. Como não receberam resposta a mensagens de texto e a telefonemas, resolveram entrar no dormitório de Scherer e o encontraram caído no chão já sem vida.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) do município para uma autópsia que deve apontar as causas da morte. “Inicialmente, suspeitamos de um infarto. Até onde sabemos, era um homem de boa saúde. Estamos muito surpresos com o falecimento que provavelmente deve ter ocorrido durante a noite”, disse o padre Ivanor Macieski.
Padre há 38 anos
Conforme Ivanor, Dom Irineu era padre há cerca de 38 anos. Natural de Cerro Largo, no Rio Grande do Sul, foi criado e ordenado padre em Toledo, no Paraná.
Scherer descobriu a vocação para o sacerdócio ainda na infância e entrou para o seminário aos 13 anos, para ordenar-se padre Diocesano em 1978. Foi bispo em Garunhuns, no Agreste Pernambucano, por uma década. Em Joinville, atuava há oito anos.

Extrema bondade
“Dom Irineu foi um grande pastor, acolhia a comunidade e a nós, padres, como um grande pai. Certamente, será lembrado como um bispo de extrema bondade”, contou o padre Ivanor Macieski.
Segundo a Mitra Diocesana, quando o corpo for liberado do IML, deve ter início o velório na Catedral de Joinville. Uma missa solene será presidida pelo Cardeal de São Paulo Dom Odilo Scherer, primo de Dom Irineu, às 15h de domingo (3). Na sequência, ocorre o sepultamento na Cripta da Catedral, onde estão enterrados outros bispos.
Conforme a assessoria da Diocese, Irineu era o maior representante da igreja católica em Santa Catarina. Ele respondia por 18 municípios, o que equivale a cerca de 1 milhão de fiéis.

Fonte: G1 SC


Bispo Diocesano

Nascido na Linha São Francisco, município de Cerro Largo (RS),
D. Irineu tinha 65 anos. Na Diocese de Toledo foi reitor do Seminário Maria Mãe da Igreja; pároco das Paróquias de Quatro Pontes, Vila Nova, Marechal Cândido Rondon e da Catedral, em Toledo. Fez parte do Conselho de Presbíteros, Conselho Diocesano de Assuntos Econômicos, Colégio de Consultores, Pastoral Vocacional, Pastoral Familiar, Coordenação de Decanatos Pastorais e Conselho
Diocesano de Pastoral. Foi um dos padres fundadores da Revista Cristo Rei.

D. Irineu foi ordenado bispo em 20 de julho de 1998, na
memorável “Festa da Fé”, em Toledo. Em agosto do mesmo ano, tomou posse na Diocese de Garanhuns, no Estado do Pernambuco, como o 9º bispo. Há nove anos era o bispo diocesano de Joinville, em Santa Catarina.

Dos onze filhos do casal de pioneiros de Toledo, Avelino e Maria
Alvina – ambos em memória –, D. Irineu e seu irmão Pe. Inácio Afonso Scherer seguiram a vida sacerdotal. Pe. Inácio é o atual pároco da Catedral.


Sacerdote desde janeiro de 1978, D. Irineu era formado Filosofia
e Teologia, com mestrado em História da Igreja pela Pontifícia Universidade Gregoriana. Lecionou Filosofia por diversos anos na Universidade do Oeste do Paraná, em Toledo, assim como no Centro Interdiocesano de Teologia de Cascavel.
Seu lema episcopal era “Fides mundum vincit” – “A fé vence o mundo”.



Nota de Pesar

O Governo Municipal de Garanhuns lamenta a morte do Bispo Dom Irineu Roque Scherer de 66 anos e informa ​que decreto
​u l
uto oficial de três dias pelo seu falecimento.

Dom Irineu esteve à frente da Diocese de Garanhuns por nove anos e exerceu sua missão frente à Igreja Católica com responsabilidade. Atualmente Dom Irineu exercia seu bispado na cidade de Joinville – SC desde 2007.




  Descanse em PAZ Dom Irineu, com tristeza recebemos a noticia. Hoje D.Rosalia, nossa  amiga lamentou e lembrou os momentos vividos em Garanhuns com sua  alegria que era constante.

















quarta-feira, 22 de junho de 2016

Garanhuns Prefeitura Faz, Prefeitura Mostra com lançamento da revista de prestação de contas‏
















Governo Municipal de Garanhuns, lançou hoje uma Revista de prestação de conta do município, deixando com que a população fique por dentro de tudo o que acontece na Cidade da beleza, do encanto e do progresso.

Credito das fotos Marcela Valença


O blog Claudia Livre fica muito agradecida por me incluírem nesse importante momento em nosso município, entretanto devido à outros compromissos assumidos anteriormente para a mesma data, ficou impossibilitada de comparecer
E parabeniza o  Sr. Izaías Régis e sua Equipe.

 Muito obrigada..